Igenomix Brasil (11) 3197 5846 / 2111

Referência em laboratório de embriologia

7 novembro, 2017

Existem várias formas de melhorar a qualidade de forma contínua, uma delas é conhecer boas referências daquilo que se pretende aprimorar. Felizmente na área de saúde o termo “concorrência” fica fora de questão, pois os profissionais da saúde estão unidos para que o paciente, onde quer que decida realizar o seu tratamento, conte com o melhor que a ciência possa oferecer.

Como laboratório de genética para a reprodução humana, a Igenomix tem o privilégio de conhecer muitas referências de laboratórios de embriologia em todo o mundo. Uma delas é a clínica de FIV do Hospital do Baylor College of Medicine coordenado por Dr William Gibbons, localizado dentro do Texas Children’s Hospital.

Esta instituição nos recebeu de braços abertos e atua para que a medicina reprodutiva avance. Na visita que realizei aproveitando a viagem do Congresso da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM), fui guiada pela Dra Cecilia Valdes, que possui muitas publicações em parceria com os especialistas da Igenomix.

Dra Cecilia Valdes e Dr William Gibbons, da clínica FIV do Hospital Baylor College

Dra Cecilia Valdes e Dr William Gibbons

 

Características do funcionamento do laboratório FIV:

A equipe realiza 450 ciclos ao ano. Do volume total, em aproximadamente 10% dos casos se aplica o diagnóstico genético pré-implantacional (PGS) para descartar o risco de aneuploidias no embrião e aumentar as chances de gravidez em menos ciclos de tratamento. Neste centro se pratica:

  • Cultivo no Embryoscope em mais de 80% dos casos
  • Cultivo até dia 7: Caso percebam que é necessário, o embrião pode permanecer em cultivo até o sétimo dia, apesar de que são raros os casos onde é preciso.
  • Biópsia de embrião em blastocisto: Na maioria dos casos a biópsia e a transferência do embrião acontece no dia 5.
  • Biópsia em dia 3 jamais é realizada.
  • Transferência em dia 3, ocorre em menos de 3% dos casos, alguns específicos de pacientes que já fizeram antes e possuem embriões congelados e querem repetir o mesmo esquema.
  • Teste ERA é utilizado para personalizar a transferência de embriões em pacientes com falhas anteriores de tratamento de Fertilização in vitro.

 

Referência na área de preservação da fertilidade

O fato desta clínica de reprodução assistida estar dentro de um hospital, facilitou para que o centro seja uma referência na área de preservação da fertilidade. Além disso, o departamento de Pediatria se encontra no mesmo edifício o que faz com que os diagnósticos e o início do processo seja imediato. Hoje sabemos que não necessitamos mais aguardar uma menstruação para começar um estímulo, principalmente em pacientes jovens com esse tipo de diagnósticos, devemos começar imediatamente porque temos que correr contra o relógio. E, em muitos casos, quando o oncologista autoriza, é realizado um estímulo duplo logo em seguida para que a paciente, na grande maioria dos casos jovens, possa ter um maior número de óvulos vitrificados.

  • Para vitrificar óvulos, utilizam o meio da Irvine.

 

Dedicação à pesquisa científica é um diferencial e um pilar

Tanto na área de ginecologia e obstetrícia, quanto em reprodução humana, o grupo de pesquisa coordenado pelo Dr Gibbons permite o constante aprimoramento das técnicas e motivação para identificar e aplicar soluções em benefício das pacientes.

Um exemplo de uma das últimas publicações é a pesquisa é o uso de Ultrassonografia de alta frequência tridimensional para detectar a gravidez de forma precoce em camundongos. Uma pesquisa básica, mas essencial para que os ginecologistas se beneficiam ainda mais na compreensão do processo de implantação.

 

Saiba como aprimorar ainda mais seu laboratório de embriologia

Sempre é possível fazer que um bom laboratório de embriologia fique ainda melhor. Conte com a Igenomix nesse processo! Solicite uma visita técnica de melhoria contínua de processos.

 

Marcia Riboldi

Marcia Riboldi, diretora da Igenomix Brasil