POC
Produtos de Concepção

Estudo de causas de abortamento espontâneo com alterações cromossômicas a partir de amostra do tecido fetal

down_arrow

Visão Geral

  • 50% dos abortos espontâneos de primeiro trimestre são causados por alterações cromossômicas.
  • Em casais em tratamentos de reprodução humana, esta proporção é de 60% e aumenta em relação com a idade materna e fatores masculinos.
  • Todos os 24 cromossomos são analisados para identificar a causa da interrupção espontânea da gravidez.
  • O exame genético POC descarta o risco de contaminação materna da amostra fetal.
  • As informações do teste POC podem ajudar os pacientes a escolher futuras opções reprodutivas para garantir uma gravidez saudável e evitar o aborto de repetição.
Código TUSS: 40503240 - Rastreamento pré-natal ou pós natal de todo o genoma para identificar alterações cromossômica submicroscopica
Visão Geral

Vantagens

  • Resultados obtidos em 99% dos casos com o POC, enquanto o cariótipo de material de aborto obtêm resultados em apenas 42% dos casos.
  • Mais rapidez nos resultados, já que não é preciso cultura celular.
  • Falsos negativos causados pela contaminação materna são descartados.
  • A tecnologia STR (DNA fingerprinting) é usada para identificar se o DNA da amostra é de origem materna ou fetal.
  • O NGS tem uma resolução maior do que o cariótipo convencional.
  • O estudo genético POC pode ser realizado em gestações de gêmeos.

Indicações

O exame genético de causas de aborto POC é indicado em:

  • Casos de aborto de repetição
  • Casais em tratamento de reprodução humana com algum caso de perda gestacional.
  • Primeiro caso de aborto espontâneo onde se deseja identificar se a causa da perda está relacionada com alterações cromossômicas no feto.
Indicações

Metodologia

Metodologia

Referências

Publicações científicas e documentos

Material sobre o teste POC

170803-descargable.pngPOC - Folheto do especialista

Informação importante

25%

50%

60%

100%

das gestações reconhecidas terminam em aborto espontâneo

dos abortos de 1º trimestre estão ligados a alterações cromossômicas

dos abortos de 1º trimestre dos tratamentos de reprodução humana se relacionam com alterações cromossômicas

dos 24 cromossomos são estudados através do POC

Seja uma clínica parceira

Assessoramos os médicos e seus pacientes em todo o processo de diagnóstico genético

Saiba mais

Notícias que citam a Igenomix

Igenomix não está afiliada a nenhum meio ou notícia citados acima. A cobertura de notícias não constitui um endosso à Igenomix ou seus produtos.

Inscreva-se para receber notícias